quinta-feira, 15 de março de 2012

Conceitos de organização do espaço geográfico

A Terra
As fronteiras foram riscadas no mapa,
a Terra não sabe disso:
são para ela tão inexistentes
como esses meridianos com que os velhos sábios a recortaram
como se fosse um melão.
É verdade que vem sentindo há muito uns pruridos,
uma leve comichão que às vezes se agrava:
ela não sabe que são os homens...
Ela não sabe que são os homens com as suas guerras
e outros meios de comunicação.
                                         Mario Quintana. A Vaca e o hipogrifo. Porto Alegre: Globo, 2006

No nosso planeta acontecem diversas transformações, tanto naturais quanto produzidas pela humanidade. O principal objetivo da Geografia é a descrição, a análise e a explicação dessas transformações e de suas interações num determinado espaço.

O espaço é um conjunto indissolúvel, resultado de fenômenos naturais e ações humanas; portanto, implica uma série de ações e relações naturais e sociais.
O meio concreto de que os seres humanos dispõem para garantir sua subsistência é o espaço. Toda a a produção, incluindo a atividade intelectual de planejar, é trabalho. É por meio do trabalho que os seres humanos modelam e transformam o espaço.

O espaço geográfico, que corresponde ao espaço que está sendo ou foi produzido pelos seres humanos, se relaciona com a dinâmica da natureza e com o contínuo movimento de transformação da sociedade. Sendo um espaço social, expressa o trabalho humano, as relações e as práticas sociais que se sucederam no tempo. Corresponde, por exemplo, aos campos cultivados e às cidades, que são ambientes humanizados e artificialmente.

Dependendo da relação que se estabelece com a natureza, surgem sociedades diferentes, caracterizadas pela capacidade e pela forma de produzir objetos. Dessas atividades resultam espaços transformados, que se traduzem em diferentes tipos de paisagens.
Quando olhamos para um lugar, estamos vendo a sua paisagem. Portanto, paisagem é tudo que vemos, tudo o que nossa percepção distingue.
Numa paisagem encontram-se registradas parte da história dos indivíduos e dos grupos, a cultura, as diferentes formas de produção, além das características naturais, como o relevo, a distribuição hidrográfica e até as marcas do clima.

Lugar é a porção ou parte do espaço onde vivemos, é onde se desenvolve a existência real. É nele que ocorre o nosso cotidiano, que vivenciamos nossas experiencias. Todos criamos uma identidade com o lugar em que vivemos; isso quer dizer que ele significa algo para nós, que nossa memória guarda sobre ele determinadas percepções e vivências com as quais nos identificamos. Portanto, estabelecemos com o lugar uma relação de afetividade. 

Todo grupo social precisa apropriar-se de uma porção do espaço, para nele viver. Em Geografia, o território representa o espaço concreto dominado e apropriado por uma sociedade ou por um Estado. Nele podemos encontrar um conjunto de paisagens.  Por se uma forma de apropriação do espaço, o território é resultado de uma criação humana, um produto do trabalho social. Isso significa que o espaço se transforma em território por meio da ação coletiva e política e pelo exercício do poder. A formação econômica das sociedades sempre esteve relacionada à constituição e à expansão dos territórios. 

Nas antigas sociedades nômades, que se moviam por um vasto espaço, a apropriação do território era coletiva. Nesse caso, havia uma delimitação flexível de fronteiras, entendidas como áreas que separam ou delimitam dois territórios, definido sua extensão, e que são muitas vezes marcadas por uma linha, o limite.

O que define a etnia é sobretudo a identidade cultural do grupo, indicada por elementos tais como a tradição e a língua. O conceito de raça baseia-se em fatores biológicos, como cor da pele, o formato da cabeça, o tipo de cabelo, entre outros. (conceito questionado )

Nação é um conceito mais complicado, geralmente entendido de duas maneiras diferentes.

Digamos uma é "oficial" - reconhecida pela ONU - Nação sinônimo de Estado-Nação ou Estado nacional, ou seja, um agrupamento de pessoas - em geral um povo embora nem sempre - que vivem num certo território, o território nacional, tendo leis e governo próprios. A outra é que a ideia de nação está geralmente associada ao sentimento e à consciência coletiva de valores e de tradições históricas e culturais (língua, religião, costumes), bem como a um destino comum que confere a um grupo de pessoas um sentimento de identidade nacional, tendo, nesse caso, o mesmo significado da palavra povo.

E por fim o conceito de Estado

Estado é um conjunto de instituições, normas e funcionários que exercem uma autoridade e um controle sobre determinado território. podemos associar esse conceito a elementos como território, governo e poder político, ou seja, ao controle das atividades desenvolvidas dentro de um território.




Referência bibliográfica

TERRA, Lygia e Coelho, Marcos de Amorem. Geografia geral e geografia do Brasil: o espaço natural e socioeconômico. volume único. 1ª edição. São Paulo: Moderna, 2005.
VESENTINI, José William. Geografia: Geografia geral e do Brasil. Volume único. 1ª edição. São paulo: Ática, 2005.













Nenhum comentário:

Postar um comentário